Número total de visualizações de página

Fussballverband Region Zürich mit Portugiesischen Teams

BLOGGER: SP de Braga, Braga, Portugal. Sporting Clube de Braga de Zurique, Zürich, Switzerlande - GVrreiros do Minho e cultura luso Portuguesa & Helvética...

3. Liga - Gruppe 2
Sporting Clube de Zürich & Centro Lusitano de Zürich
http://www.football.ch/fvrz/de/verein.aspx?v=1629

4. Liga - Gruppe 3
Lafões Club Portugues
http://www.football.ch/fvrz/de/meisterschaft-fvrz.aspx

4. liga - Gruppe 4
Braga de Zürich & Benfica Clube de Zürich
http://www.football.ch/fvrz/de/meisterschaft-fvrz.aspx

Refiro que, o SP de Braga de Zürich, joga com o nome emprestado da Organisação FC Industrie Turicum 2

Site Oficial da Liga Portuguesa de Futebol Profissional http://www.lpfp.pt/Pages/Inicio.aspx

e-mail inspiracaodoautor@sapo.pt

quinta-feira, 17 de março de 2011

O Braga fez história ao chegar pela primeira vez aos quartos-de-final da Liga Europa e deixa pelo caminho o Liverpool

Portugal viveu hoje uma noite histórica a ver apurarem-se para os quartos-de-final da Liga Europa as três equipas que estavam em prova e o Braga fez história dentro da história ao chegar pela primeira vez a esta fase de uma prova europeia.
A equipa de Domingos Paciência é a principal surpresa da jornada europeia e voltou a mostrar que fora de portas se agiganta. Hoje derrubou o colosso Liverpool, que mais não foi do que uma sombra de si próprio.
O Braga cedo mostrou que o resultado da primeira mão (vitória por 1-0) não tinha sido um acidente de percurso e pertenceram-lhe as primeiras iniciativas de jogo em Anfield Road. O Liverpool respondeu a partir dos primeiros 5 minutos, mas sempre de forma tímida e pouco preocupante para as intenções minhotas.
Aos 7’, uma estirada de Artur evitou males maiores depois de um remate de Joe Cole e ficaram-se por aqui as oportunidades criadas pelos reds, que a espaços ouviram mesmo os adeptos assobiarem a sua postura.
O Braga tinha ultrapassado a barreira psicológica de jogar no inferno de Anfield e entrou na segunda parte com a lição bem estudada, tapando os espaços aos ingleses e espreitando sempre que possível as saídas para o ataque. De forma tímida é certo, mas aos 60’, Alan quase sem querer podia ter marcado, desviando um remate de fora da área e que quase traia Reina.
Nos últimos 15 minutos de jogo o Liverpool acercou-se da área bracarense e a defesa do Braga passou pelos maiores calafrios. Valeu nessa fase a coesão do reduto defensivo bracarense e da bravura de Artur que fez a defesa da noite ao sair destemido a um remate Skrtel.
O Braga aguentou até final e faz história, assegurando a passagem aos quartos-de-final da Liga Europa. Benfica e FC Porto completam o trio português e escrevem uma página dourada na história do futebol português.

Sem comentários: