Número total de visualizações de página

Fussballverband Region Zürich mit Portugiesischen Teams

BLOGGER: SP de Braga, Braga, Portugal. Sporting Clube de Braga de Zurique, Zürich, Switzerlande - GVrreiros do Minho e cultura luso Portuguesa & Helvética...

3. Liga - Gruppe 2
Sporting Clube de Zürich & Centro Lusitano de Zürich
http://www.football.ch/fvrz/de/verein.aspx?v=1629

4. Liga - Gruppe 3
Lafões Club Portugues
http://www.football.ch/fvrz/de/meisterschaft-fvrz.aspx

4. liga - Gruppe 4
Braga de Zürich & Benfica Clube de Zürich
http://www.football.ch/fvrz/de/meisterschaft-fvrz.aspx

Refiro que, o SP de Braga de Zürich, joga com o nome emprestado da Organisação FC Industrie Turicum 2

Site Oficial da Liga Portuguesa de Futebol Profissional http://www.lpfp.pt/Pages/Inicio.aspx

e-mail inspiracaodoautor@sapo.pt

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Histórias de crianças

Vou aqui contar uma pequena passagem na escola Suíça
Um amigo, contou-me um dia destes, que seu filho na escola primária, foi encontrado nos balneários da sua escola em Zürich praticamente despido e a despir duas colegas de turma…
O Pai foi chamado imediatamente à escola, onde estudava e frequentava escola o seu próprio filho…
Moral da história:
Perguntaram ao Pai, se ele em casa fazia alguma coisa que, não devesse fazer à frente do filho, algo impróprio para crianças…
Logicamente que aquele Pai disse que não, mas, pensou que todo o cuidado é pouco!

Começo por dizer que, as crianças na idade de imatura, gostam de imitar os Pais e os mais velhos em geral.
Uma chamada de atenção: Todas as crianças mais rebeldes, desta ou de outra forma, as maneiras de ser, falar, brincar, falar educadamente ou maltratar terceiros, devem-se muitas vezes aquilo que se passa no seio familiar.
A educação passa pelos Pais ou quem tem a criança ao seu abrigo.
Não são os professores que lhe vão dar essa educação?
Mas sim ensinar as matérias escolares!...

Portem-se bem.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

“Palhaços”

Relações cortadas
Boa noite
Acabei de verificar que, o tema dos “25 aniversários” do Centro Lusitano de Zurique, 20 anos do Rancho Folclórico CLZ e a Miss Lusitano de Zürich, não foi publicado.
Porque V. Exa. Quiseram meter as fotos do Luís Beja!
Caso para dizer; Façam cultura sozinhos!
- Que interessa temas de Pedro Barroso, de “Turismo Suicida” tirado da Net, e caso “Saramago”, quando este espaço deve ser sobre cultura “Luso Portuguesa” em terras Helvéticas?!
Há mais de um ano, que comecei a publicar nesta revista, apenas agradeço quando fizeram publicar sobre o tema; O livro da criança.
Já escrevi em mais de meia dúzia de jornais semanais, quinzenais e mensais e, nunca, mesmo nunca tive tanto desentendimento, como tenho vindo a ter a esta parte com o CLZ.
- Li a tese “Traição” de Mendes Serafim, e aquilo que ele escreveu, sobre o assunto de o “Traidor”, por mais que explique ao traído, nunca volta a ter confiança nele!
Penso que, deve-se a este desentendimento o seguinte: O LZ tem um presidente e uma administração, tem uma directora de jornal e um jornalista que, por sua vez também põe o dedo nas decisões e todos mandam.
Como se não chegasse, não conheço estes dois últimos senhores, Sónia Abelha Delgado e Manuel Araújo, o primeiro está sempre ou quase sempre indisponível e o segundo está definitivamente em Portugal, não existe nenhum contacto pessoal para chegar a um bom senso…
Tenho trocado correspondências, com a então directora e com o jornalista paginador e executador do CLZ, pelo facto do meu mais desiludido desprazer.
A primeira reclamação surgiu apenas em Junho, no texto de “Homenagem ao Sargento Quelhas”, no qual “Podaram” o texto e colocaram uma foto à civil, onde no espaço dessa foto cabiam as três fotos que enviei. A meter uma só foto, deveriam colocar a “Foto da farda de Sargento”, na reclamação exclamei; “Uma foto vale mais que mil palavras”…
Na edição seguinte, Julho/Agosto; “O meu Pai é um Rei do universo” voltaram a “Podar” o texto!
Já não falando nos textos que não foram publicados, no qual fiz silêncio!
Desta vez enchi!
Exijo mais respeito!
- Serei eu o “Palhaço”?
A colectividade, quando publica os textos do autor, aceita todos e qualquer texto na íntegra e respectivas fotos ou não aceitam nada!
No caso da não publicação, terão que dar uma explicação para o caso, para podermos chegar a um bom senso!?
Caso V. Exa. Venham a considerar o tema em epígrafe; “25 aniversários do CLZ” deste mês, para publicação no mês de Dezembro, e com uma justificação para os leitores, prontifico-me a dar continuidade e a colaborar com a revista do Centro Lusitano de Zurique gratuitamente.

Quelhas Tenho dito

Um abraço amigo

sábado, 14 de novembro de 2009

“Associação de Invisuais do Distrito de Braga” na Suíça

Na foto, os três invisuais e os presidentes do Centro Lusitano de Zurique e do seu Rancho Folclórico
Inserto do texto do aniversário dos 25 anos do Centro Lusitano de Zurique e ainda os 20 anos do seu Rancho Folclórico do Centro Lusitano de Zurique e Miss Centro Lusitano de Zurique para o apuramento da Miss Portugal Suíça

"Depois entravam em palco a “Associação de Invisuais do Distrito de Braga”, representados pelo meu amigo Domingos Silva, natural de Galegos – Póvoa de Lanhoso.
Esta Associação veio mais uma vez à Suíça para angariar fundos, no qual rendeu 1.100,00 CHF e um Computador oferecido pela “Power – Computer”.
Domingos discursou, como se fosse ele, o grande protagonista da festa.
E muito bem, á altura de um herói que o é, agradeceu a tudo e todos.
E preferiu dizer em alta voz e, que levou muita gente a meditar;

- “Eu agradeço a todos vós a ajuda para a nossa associação, precisamos de vocês, mas nós não somos coitadinhos!

- Ajudem que “Eu” agradeço em directo na TV!

- Agradeço a toda a gente!

- “Eu” não vos vejo, mas sei que vós me estais a ver a mim, mas oiço-vos!”
Palmas…”

Numa pequena e curta conversa, Domingos Silva, pediu-me para divulgar a Associação, pois cá está uma pequena amostra da mesma!
Domingos confessou e disse-me ainda que, pediu consentimento ao presidente do CLZ, Armindo Alves natural de Brunhais, para aceitar esta vinda à Suíça e sua festa, para arranjar fundos para a Associação, onde aceitou de braços abertos.
Armindo no final discursou dizendo;
- Estamos sempre de braços abertos para ajudar uma causa...
Lindo!
Uma nota breve;
Domingos Silva estava acompanhado de uma funcionária da Associação, que está situada na Póvoa de Lanhoso e de mais dois invisuais, acompanhados por vizinhos e familiares a morar na Suíça, naturais da freguesia de Brunhais.
O invisual e director da “Associação de Invisuais do Distrito de Braga”, Domingos Silva, pediu a quem pudesse, para passar na Sede deles e ver a grande obra ali à vista de quem a quiser visitar…
Visite os Links relacionados com a notícia

http://povoadelanhosoacounoseum.blogspot.com/2009/10/miss-portugalsuica.htm

http://sportingclubedebragadezurique.blogspot.com/2009/10/miss-centro-lusitano-de-zurique-para-o.htm


Notícia na integra por “Quelhas”

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Opções de adopção às escolas

Hoje é dia da filha, vou para o trabalho com meu Pai, é assim que o estado Suíço, escolas e patrões fazem uma vez por ano

Alunos, Professores, Pais e Empregadores
Olá boa noite, amigos e amigas
Venho trazer à ribalta outras culturas
Na minha vida, vou adaptando sistemas de vida
À pouco mais de um ano, cheguei à terra Helvética, e vejo, com bons olhos as formas que se enquadram nalgumas maneiras de vivência entre povos
Exclamei e reflecti, a Suíça está mais evoluída na educação em relação a Portugal em todos os níveis
Mas agora não vou entrar nesse campo, apenas vou dar a conhecer dois métodos que a Suíça perfilhou com as crianças e seus Pais, Professores e outros
E porquê!
E dizem vocês, o que é que isso nos interessa?
Pois bem, aquilo que a Suíça, o país aprende com os povos Europeus, também os países Europeus pode aprender com a Suíça
Cá, nesta linda comunidade, neste caso em particular, a escola Helvética através dos seus Cantões, adoptaram, então, a forma de todos os pais e filhos, juntamente com professores e empregadores dos Pais, elegeram, uma forma simples e fantástica para uma boa relação entre todos, desde a educação, ao incentivo no trabalho e, à realidade como se dá aulas na escola Suíça
Vamos ao tema que interessa: Algumas vezes por ano, todos os Pais são convidados a ir à escola assistir a uma aula do educando, caso de ser filho, está o tempo que quiser a assistir à mesma, a disciplina não importa
No contexto, indirectamente, os Empregadores dos Pais, também são envolvidos nesta tarefa, pois deixam o subordinado ir assistir à aula do seu filho e pagando as horas que perderem para o caso em epigrafe
Engraçado! Muito engraçado, também fiquei a saber que existe o dia da Filha, não do filho!
Um dia por ano, enquanto decorre o ano lectivo, as filhas vão acompanhar o Pai, não a mãe!
Onde vão eles acompanhar o Pai?
Simples e objectivo: A filha vai com o Pai para o trabalho, aqui também o Patrão do Pai tem uma palavra a dizer, mas nunca se impõe às adopções da Suíça, para bem de todos e das comunidades a que pertencem
O que é que a criança vai fazer no trabalho do Pai?
Porquê com o Pai e não com a mãe?
No contexto, porque é que é dia da filha e não do filho?
O hábito escolar, vem no âmbito do Ministério da Educação, para que as meninas de hoje, mulheres de amanhã, saibam e tenham conhecimento, com outra realidade, com o Pai no trabalho e para com o trabalho
Deve-se isto, segundo dizem os Suíços, que a menina aprende com a mãe a lida da casa e partilha tudo mais com a mãe, e aprende a ser mulher dia após dia, exemplo da forma que brinca às bonecas Visível que, não sabe muito bem a realidade fora de casa com o Pai!
Porque todos nós sabemos que, o filho não brinca às bonecas e vai à bola com o Pai, tem outra atitude de comportamento, e por isso diz a cultura Helvética, que a menina é mais reservada e, mantém uma vida menos liberal, por esse motivo quiseram lhe dar o dia da filha por legitimidade, para ela ter uma proximidade do Pai e da realidade sobre o trabalho, a maior parte das vezes em conjunto com outras pessoas
Acho mal nesse sentido, não haver o dia do Filho, já que existe o dia do Pai e o dia da Mãe…
E irem os meninos, rapaz, uma vez por ano para o trabalho com a mãe.
Estou a partilhar neste espaço e gostaria de saber a opinião dos nossos professores e Vereadores da Educação
Gostaria que adoptassem medidas deste género, para uma boa união entre todos, aprendendo uns com os outros
Fica aqui a minha sugestão e gostaria de uma resposta do poder autárquico e do governo da Républica Português.
Abraço Quelhas

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Dérbi Minhoto: Vitória de Guimarães 1 0 Sporting de Braga

O SP de Braga quebrou a invencibilidade, com o seu rival Vimaranense ao perder por 1 a 0 na última jornada, depois de ter ganho por 2 a 0 ao S L Benfica na penúltima jornada e empatado na antepenúltima jornada da Liga Sagres com o Rio Ave por 1 e 1
Classificação 10ª Jornada
Belenenses - Paços Ferreira (0-3)
V. Setúbal - Olhanense (0-0)
V. Guimarães - Sp. Braga (1-0)
U. Leiria - Académica (1-1)
Leixões - Nacional (2-4)
Marítimo - FC Porto (1-0)
Rio Ave - Sporting (2-2)
Benfica - Naval (0-0)
11ª Jornada
Sp. Braga - U. Leiria
Académica - V. Setúbal
Sporting - Benfica
Olhanense - V. Guimarães
FC Porto - Rio Ave
Belenenses - Marítimo
Nacional - Naval
Paços Ferreira - Leixões

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

AGORA NA SUA LIVRARIA LusoLivro

Sessão de Leitura Infantil
Quem pode participar?
As sessões de leitura são abertas a todas as crianças dos 5 aos 10 anos, mas, tendo em conta as limitações do espaço, e para permitir o máximo de intervenção activa dos presentes, o número dos mesmos é limitado.
Quanto custa a entrada?
A entrada é gratuita mas é necessário inscrição antecipada.
Como participar?
Inscreva-se através dos seguintes contactos:
Telefone ou Fax: 044-432 21 85
Correio electrónico: lusolivro@swissonline.ch
Loja: Hohlstrasse 221, 8004 Zurique
Não apareça sem ter feito a inscrição, pois como a entrada é limitada pode já não ter lugar!
Sábado, 21 de Novembro de 2009 pelas 16.00h às 17.00 h
Seja bem vindo!